Dia do Esporte Paralímpico é motivo de homenagem em São Paulo

Encontro de pais, mestres, atletas e autoridades reunidos com o vereador André Santos. 

Domingo, 23 de Maio, dia marcado pelo evento em homenagem ao esporte paralímpico, projeto de lei do vereador André Santos, aprovado na Câmara Municipal de São Paulo que altera a lei 14.485 e inclui no calendário da cidade o Dia do Esporte Paralímpico. 

Todos os anos será comemorado no calendário oficial da cidade, o projeto de lei de autoria do vereador André Santos, nº 618/20 que altera a Lei 14.485 e inclui a seguinte redação:

Faço saber que a Câmara, em sessão de 5 de maio de 2021, decretou a seguinte 

Lei: Art. 1º Fica inserido inciso ao art. 7º da Lei nº 14.485, de 19 de julho de 2007, com a seguinte redação: “Art. 7º … 23 de maio: o Dia do Esporte Paralímpico.” (NR) 

Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Câmara Municipal de São Paulo, 5 de maio de 2021.

O total de 45 pessoas participaram do evento, realizado virtualmente, devido às restrições da pandemia. Os convidados receberam o certificado nominal de honra após o término do evento.

“Eu agradeço a iniciativa do vereador André Santos nesse projeto de lei, como mãe eu sei da importância do esporte paralímpico para minha filha, a auto estima e alegria dela quando veste o uniforme do comitê e convive com outros atletas, ela se sente capaz e importante e vê que não está sozinha nesse mundo.” – diz Janaína Oliveira, oradora no evento e mãe da adolescente Alessandra Oliveira, fundadora do Instituto Alessandra Oliveira. 

Para Filipe Lopes Barboza, representante do Comitê Brasileiro de Esporte Paralímpico “é um orgulho estar aqui essa noite e receber essa homenagem, dois dias antes do meu aniversário, é um presente.” O tenente Luiz Fernando Sper Cavalli expressou sua alegria de estar com “grandes expoentes” durante evento, reconhecendo colegas e cumprimentando o professor Alan Nascimento, cabo Cleverson Fidelis e sensei Sérgio Matuzaki, Luís Gustavo de Sousa Pena e Elisa Pilarski. E acrescentou  – “parabéns pela iniciativa vereador, tenho certeza que é mais um passo muito importante no desenvolvimento e no reconhecimento do esporte paralímpico. 

O sensei Sérgio Shizuo Matuzaki comentou que “são poucas as pessoas que abraçam a causa PCD (pessoa com deficiência), gostaria de agradecer por esse divisor de águas na cidade de São Paulo, seria muito bom que essa lei fosse estendida para mais cidades.” Fala bem recebida pelo vereador que se comprometeu a encaminhar o projeto para municípios onde tem representantes do partido Republicanos.

Falando em nome da Federação Paulista de Karatê (FPK), Oscar Garcia Braga Neto, para atleta e “Coordenador Geral”, falou sobre o departamento de PcD “criado em 2019 dentro da FPK, devido crescimento do Para desporto e temos conseguido desempenhar bons resultados, mesmo com a pandemia fizemos alguns projetos virtuais e o departamento está de braços abertos, parabéns vereador.

Após participação dos oradores, o vereador convidou nominalmente todos para falas livres, Ivan Oliveira de Freitas, Adeilton de Souza Sene, Elisa Pilarski, Adrieli Aparecida Figueiredo, Ana Carolina de Andrade da Costa, Arthur Felix de Andrade Escaméz Simón, Braian Araujo, Caio Henrique Martins, Carlos Geraldo Coêlho Alves Júnior, Cilene Gonçalves Rodrigues, Luis Gustavo de Sousa Pena, Cleverson Fidelis, Cristiane Maria Pereira, Daniel Carlos Biscola Lopes, Daniele Bernardes Milan, Érika Regina Miranda Martins, Filipe Lopes Barboza, Julia Yamauti Menezes, Julio César de Santana, Lucas de Sousa Lima, Lucineide Silva Ribeiro dos Santos, Tenente Luis Fernando Sper Cavalli, Luis Henrique Ribeiro dos Santos, Marco Aurélio Lima Borges, Nicolas Vatezeck Garrido, Lucas Rezende da Silva, Benilson Pereira da Silva, Elton Tadeu Aparecido da Silva Garroni, Alan Edmilson do Nascimento, Carolina Rezende Pureza,Walas Carvalho Viana, Simone Camargo Rocha, Silvana Oliveira Yamauti, Sérgio Shizuo Matuzaki, Renato Nunes da Cruz, Regina Vatezeck Garrido e Oliver Schelesky Souza. 

O professor Alan Edmilson do Nascimento, em discurso final elogiou aos pais que são ativos no incentivo da prática esportiva paralímpica dos filhos, ressaltou a importância da participação e estímulo para o esporte que não é inclusivo mas sim exclusivo. Agradeceu aos profissionais da área e a presença de todos que trabalham com amor, completou que são ações como essa do vereador fazem com o esporte paralímpico ganha visibilidade e corpo para desenvolver um trabalho muito melhor. 

O vereador André Santos encerrou o evento homenageando e agradecendo a todos  pelo Dia do Esporte Paralímpico, que será comemorado com ações todo ano no dia 23 de maio no calendário da cidade. Esse foi o primeiro ano, apesar da pandemia ficamos na expectativa de que no próximo ano esse dia seja comemorado de forma presencial com mais recursos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Gabinete Online